Colaboradores motivados produzem até 50% mais

Alcançar e manter resultados cada vez mais consistentes é o objetivo de toda empresa, seja qual for o seu porte e ramo de atividade.

Alcançar e manter resultados cada vez mais consistentes é o objetivo de toda empresa, seja qual for o seu porte e ramo de atividade. Para isso, mais do que instalações modernas, máquinas novas e equipamentos de última geração, é preciso reconhecer e valorizar o recurso mais importante: o capital humano, ou seja, as pessoas que trabalham na empresa. Estudos realizados ao redor do mundo estabeleceram uma relação direta entre produtividade e motivação, afirmando que colaboradores felizes chegam a dobrar sua produtividade. Eles mostram que quando o único incentivo oferecido é o salário mensal, a tendência é que os colaboradores produzam de acordo com o valor recebido. Mas se além do salário o colaborador estiver motivado, ele terá satisfação em se comprometer com a empresa, gerando resultados bem acima da média.

Por isso, é fundamental que além de planejar e traçar metas realistas, a sua empresa busque mecanismos capazes de gerar satisfação a seus funcionários e colaboradores. Essa não é uma tarefa fácil, mas, sem dúvida, por meio de incentivos como um ambiente de trabalho agradável, benefícios e recompensas variadas, é possível.

O segredo é investir em bem-estar.
A excelente notícia para micros, pequenas e médias empresas é que melhorar os resultados e os índices de satisfação também pode ser conseguido por meio de estratégias simples e acessíveis.
Segundo uma pesquisa realizada pela Right Management, consultora norte-americana de recursos humanos com mais de 30 mil funcionários em 15 países, entre eles o Brasil, investir na saúde e no bem-estar do colaborador pode aumentar a produtividade em até 50%.

Essa mesma pesquisa revelou ainda quais são as 5 atitudes da empresa mais valorizadas pelo colaborador:

1 - Deixar que o funcionário encontre um equilíbrio razoável entre a vida profissional e a pessoal.
Algumas empresas estão adotando com sucesso a política de flexibilidade de horário. Os colaboradores possuem a mesma carga horária semanal, mas fica a critério deles definir qual o melhor período para cumpri-la, de acordo com as exigências e limitações da sua área de atuação. Dessa forma, eles organizam melhor o seu tempo e utilizam melhor suas horas de lazer, além de poderem resolver problemas e burocracias pessoais em dias úteis, comprometendo menos os finais de semana.
2 - Garantir que existam pessoas prontas para ocupar cargos quando as posições se tornarem disponíveis.
Preparar continuamente o colaborador para que ele assuma novas responsabilidades e desafios, além de fazer com que ele se sinta valorizado, facilita a vida de toda a equipe. Um profissional preparado executa seu trabalho com segurança e tranquilidade e não sobrecarrega os colegas. Da mesma forma, a perspectiva de mudança ou melhoria de cargo ajuda a manter a motivação.
3 - Assegurar que a organização participe do apoio à comunidade.
A responsabilidade social das empresas significa mudança de atitude, com foco na qualidade das relações e na geração de valor para todos. Cada vez mais esse é um atributo valorizado pelos colaboradores, que buscam ética e identificação com a empresa onde trabalham.

4 - Agir com eficácia na atração e preservação de talentos.
Dentro de uma equipe, cada posição é importante e uma não funciona sem a outra. Na hora de contratar um profissional é fundamental garantir que ele tenha as qualificações necessárias para complementar essa equipe. Da mesma forma, destacar os pontos fortes e as potencialidades de cada um valoriza o colaborador e estimula a sua permanência na empresa.

5 - Investir no aprendizado e no desenvolvimento das pessoas.
Pensar no futuro é garantir hoje uma equipe preparada e motivada. Por isso, programas de desenvolvimento profissional e parcerias que facilitem o acesso a cursos, treinamentos e especializações são benefícios muito apreciados pelos colaboradores.

Ainda que sua empresa não conte em sua estrutura com uma área voltada unicamente para os Recursos Humanos, vale buscar conhecimento através de cursos voltados para o tema e também a ajuda de profissionais qualificados, capazes de ajudá-lo a conduzir e também a medir as melhorias conquistadas pelas ações promovidas.


Categoria(s): Finanças