Como escolho um estagiário? Estas 5 dicas vão te ajudar

Contratar bons estagiários é quase uma arte e precisa ser dominada por qualquer empreendedor

Contratar bons estagiários é quase uma arte e precisa ser dominada por qualquer empreendedor 

Recrutar um bom estagiário é uma missão quase tão difícil quanto escolher um profissional tarimbado. Embora os valores sejam (bastante) distintos e os predicados para a vaga também, selecionar a pessoa certa para o cargo necessita visão, sensibilidade e, claro, estratégia.

O Portal Sociedade de Negócios elencou sete conselhos que irão lhe ajudar a escolher aquele que pode ser o futuro CEO da sua empresa:

1. Vá além

Basear-se apenas na idade ou em atributos pré-fabricados é um erro cometido em larga escala por RHs e donos de empresa. Para não cair nessa armadilha, olhe por cima do muro: dispa-se de pré-conceitos e focalize no que realmente este profissional pode entregar ao time.

2. Foque na postura

Estagiários nada mais são do que profissionais em início de carreira, portanto, guardam em si as mesmas características que terão no futuro. Uma boa conversa inicial, com perguntas certeiras, pode revelar costumes pouco aderentes à organização. Questione a atitude do candidato frente a determinados assuntos para não ter surpresas depois.

3. Seja franco

Alinhar com o candidato as expectativas de ambos os lados não é apenas desejável, mas fundamental. Dizer o que a empresa pode e vai lhe oferecer e extrair dele quais são seus desejos tem de ser dito desde o início. Isso evita ruídos desnecessários e permite que o futuro estagiário empregue todo seu talento a serviço da companhia.

4. Teste a preparação

Entender se o candidato ao estágio está realmente interessado na vaga é o primeiro passo para uma conversa fluida e assertiva. Procure saber se a moça ou o rapaz buscaram conhecer a companhia e como se prepararam para a entrevista. Quando puder, pergunte ao candidato suas considerações sobre a empresa.

5. Seja objetivo 

Uma entrevista de sucesso é aquela em que conseguimos, de forma precisa e sucinta, extrair do interlocutor o máximo de informações. A arte aqui, portanto, é ser direto e claro. Perguntas-chave para o cargo precisam ser redigidas e levadas por escrito para o candidato. Quanto mais preparado o entrevistador estiver, mais saberá sobre aquele que pleiteia a vaga.

Profissionais em busca de um primeiro emprego quase sempre mitificam vagas e empresas. É dever, logo, do recrutador, trazer a realidade para conferência, seja por meio de questionamentos, seja por meio de exemplos. Transparência é quesito fundamental para driblar futuras desilusões. Tenha certeza de que o candidato saiu ciente de todas as oportunidades de crescimento que ele encontrará na empresa e, caso ele não se enquadre no perfil, diga a ele gentilmente e sem rodeios.


Categoria(s): Jurídico